sexta-feira, 29 de abril de 2011

Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis. Já fiz coisas por impulso, já te abracei para me proteger, já dei risadas quando não devia, fiz amigos eternos, amei e fui amada.

Sem comentários:

Enviar um comentário