domingo, 26 de junho de 2011


" Eu sou assim… posso te mostrar um pouco do que estou sentindo. Mas nunca vais saber o que realmente está dentro de mim. "

" Os homens são (quase) todos feitos do mesmo material, tirando aqueles que amam e deixam amar. Os outros, mesmo que amem sabem esquecer com tanta facilidade como quando uma mulher vai às compras, numa semana ou duas, vão sair, beber uns bons copos na companhia de outros homens iguais, e esquecem, ou melhor ainda, dizem que esquecem, porque nunca podem mostrar o lado fraco, o frágil, que se parte e se estraga como o coração de uma mulher. (…) Mas é assim que são os ditos machos, solteiros, com a caixa de entrada do telemóvel cheia de Marias, Anas, Teresas, Joanas e afins.
O único problema é que podem ter muitas, correr milhares, de sitio em sitio, de fim-de-semana em fim-de-semana, beijar com língua, sem língua, acabar na cama, no chão, nas escadas, ou mesmo só dar uns apalpões ao som da música. Os homens gostam disto, o que acontece é que por mais que tenham “outras” acabam sempre por amar a mesma. "

“ Saudade são águas passadas que se acumulam nos nossos corações, inundam os nossos pensamentos, transbordam por os nossos olhos, deslizam em gotículas de lembranças que por fim, morrem na realidade dos nossos lábios. ”

domingo, 5 de junho de 2011


"É preciso aproveitar ao máximo, e só confiar numa coisa, em nós próprios. Se formos nós mesmos, não nos podemos arrepender de nada que tenhamos feito, sofrido ou vivido. Não é "perder para dar valor", mas sim "temos que fazer muita merda para perder".
Eu perdi, recuperei, vivi,perdi e não me arrependi.
Mas o que interessa é que dizes-te "continuaremos grandes amigos", e cumpris-te."

sábado, 4 de junho de 2011

" Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo ? " Foi das coisas mais bonitas que já me disseram $:

sexta-feira, 3 de junho de 2011


Mais do que querer-te de volta , eu quero-me de volta , quero a felicidade nos meus olhos quando olham para ti . eu quero 'Nós' , quero tudo de novo , eu quero as coisas antigas , as primeiras , as últimas ... todas ! devolves-me o teu sorriso ? parece que eu já não te faço sorrir , assim eu desespero mesmo . é uma resposta simples a uma pergunta simples : vais voltar ?